O Dia Internacional da Prostituta

O dia de hoje tem o objetivo de denunciar a discriminação e a exploração das prostitutas a nível mundial, assim como as precárias condições de vida e de trabalho.

A origem do dia internacional das prostitutas está no protesto de 2 de junho de 1975, quando mais de cem mulheres ocuparam a igreja de Saint-Nizier, em Lyon, França, em protesto contra a repressão sofrida na altura. O protesto visava as multas recebidas, as detenções e os assassinatos de colegas que não eram investigados.

Na foto homenageamos a Presidente do Coletivo Coisa de Puta +, que atua pelos direitos das trabalhadoras sexuais, Maria Elias e a Ativista, prostituta, que fundou a Rede Brasileira de Prostitutas com Gabriela Leite, o Movimento de Promoção da Mulher e o Grupo de Mulheres Prostitutas do Estado do Pará (GEMPAC). Conselheira no Conselho Nacional de Direitos da Mulher, reconhecida por notório saber em sexualidade e gênero. Integra a Plataforma Latino-Americana de Pessoas que Exercem Trabalho Sexual (PLAPERTS) e a Rede Mundial de Trabalhadores Sexuais (NSWP), Lourdes Barreto, elas estão representando todas as profissionais que lutam por melhores condições de vida.


____________________

CLIQUE AQUI,

APOIE E FAÇA SUA COLABORAÇÃO

Contato

Nome:

E-mail:

Mensagem:


Investidores:

fundopositivo.org.br - all rights reserved ® 2022