Drogas e HIV

O distanciamento social trouxe mudanças ao comportamento das pessoas, entre elas, o aumento do consumo de álcool e outras drogas. Outra forma de lidar com o momento foi uma corrida aos aplicativos de encontro, que registraram crescimento nesse período. De acordo com especialistas, pessoas que usam álcool e outras drogas, independentemente do padrão de uso, são uma população desproporcionalmente afetada por ISTs, pelo HIV/Aids e pelas hepatites virais, seja em relação ao risco de exposição sexual ou pelo compartilhamento de objetos para uso de drogas. Além disso, a sensação de invulnerabilidade provocada por algumas substâncias psicoativas pode fazer com que as pessoas se esqueçam da prevenção ao HIV.

Por isso, no dia 29 de outubro, às 16 horas, vamos receber Andrea Domanico, psicóloga, mestre em Psicologia Social (PUC-SP), doutora em Ciências Sociais (UFBA) e pós-doutora em Enfermagem Psiquiátrica (USP), Marcelo Santos Cruz, médico, doutor em Psiquiatria, Psicanálise e Saúde Mental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001), coordenador do Programa de Estudos e Assistência ao Uso Indevido de Drogas do Ipub/UFRJ, e Marcia Rachid, médica e mestre em Doenças Infecciosas e Parasitárias pela Universidade Federal do Rio de Janeiro para conversar sobre álcool e outras drogas, HIV e redução de danos.

Participe, faça sua inscrição.

Esperamos você.


____________________

CLIQUE AQUI,

APOIE E FAÇA SUA COLABORAÇÃO

Contato

Nome:

E-mail:

Mensagem:


Investidores:

fundopositivo.org.br - all rights reserved ® 2020