O GAPA ITABUNA – BAHIA (GRUPO DE APOIO À PREVENÇÃO DA AIDS), é apoiado pelo Fundo Positivo para realizar o Projeto: “DE MULHER PARA MULHER PARA MULHER: O ASSUNTO É PREVENÇÃO ”.

O projeto tem realizado curso de formação para 50 mulheres jovens e adultas em situação de extrema vulnerabilidade social, nas temáticas de direitos e saúde sexual e reprodutiva, prevenção e tratamento as IST/HIV/Aids e as estratégias da prevenção combinada ao HIV/Aids.

A Coordenadora do Projeto Suse Azevedo relata que “ durante as formações foi possível ampliar o nível de informações dessas mulheres acerca dos diversos temas, o resultado do projeto está sendo relevante tanto a nível local quanto a nível nacional, por contribuir com maior acesso a informações de mulheres acerca das Infecções Sexualmente Transmissíveis e consequentemente possibilitar a redução de novos casos entre essa população.  Entendemos como uma grande conquista nos momentos de avaliação das formações, ouvir algumas mulheres dizerem que para elas este momento estava sendo único e querem dar continuidade a este trabalho. Foi relatado também por algumas que muita coisa discutida elas nunca tiveram oportunidade de falar em nenhum outro espaço”.

O projeto priorizou em sua formação ouvir os depoimentos das mulheres vivendo com HIV que estão em tratamento, o que oportunizou a discussão sobre a importância da adesão ao tratamento entre as mulheres vivendo com HIV. Este fato foi bastante positivo, pois as mulheres participantes do grupo se sentiram mais à vontade em falarem do seu tratamento e foi também um momento de tirar dúvidas, afirma Suse.

Suse enfatiza ainda que “na oficina de violência obstétrica contamos com uma enfermeira obstétrica que ajudou várias mulheres a se identificarem com situações de violência vivenciadas por elas mesmo, mas, não tinham este conhecimento para identificar tal violência. Na discussão sobre violência contra a mulher contamos com a presença de diversos órgãos da cidade que trabalham com mulheres vítimas de violência. Durante a discussão várias mulheres do grupo se emocionaram e relataram ter sofrido violência de seus parceiros e assumiram não terem coragem, na época de se afastarem dos mesmos por medo de morrerem. Os depoimentos ajudaram a fortalecer outras mulheres na mesma situação”. 


____________________

CLIQUE AQUI,

APOIE E FAÇA SUA COLABORAÇÃO

Contato

Nome:

E-mail:

Mensagem:


Investidores:

fundopositivo.org.br - all rights reserved ® 2019